sexta-feira, 25 de junho de 2010

Abrindo Janelas


De uns tempos pra cá quando recebo uma crítica, dou a ela a oportunidade de me ajudar ou não.

Um fato fez com que eu recorresse o real significado da palavra 'Egoísmo' e no dicionário dizia o seguinte: " Sentimento ou atitude de excessivo apego aos próprios interesses em detrimento dos interesses dos outros."

Fiquei alguns segundos em silêncio, algumas lágrimas correram e um filme passou na minha mente. Algumas pessoas já devem ter sentido isto. sabe quando você não tem o dever de amar alguém, mas ama... E não é qualquer amor, é algo incondicional e transparente, visível a quem quiser ver, um amor que não pede nada, não julga, nem questiona, apenas ama...

Sabe quando você se doa pra cuidar de alguém por amor? Fica com ela do anoitecer ao amanhecer sem pensar em um dia pedir retorno.

Sabe quando ninguém quer saber o que você tem a falar, mas num ato compulsivo você acaba despejando e contando tudo aquilo que viveu e compartilhou com alguém...

Saindo desse mérito, volto a lembrar do egoísmo. Paro frente ao espelho, após um olhar profundo para o reflexo, afirmo: Sim, tive momentos egoístas. Assumo.

Mas pergunto ao seres humanos: Você nunca foi egoísta? Que se pronuncie aquele que está nesse mundo, que tenha alcançado tamanha perfeição. Agradeço a Deus por momento como esse, onde eu pego a crítica, olho pra ela, vejo se enxergo em mim e posso assim dar mais um passo a frente com fé de não tropeçar no mesmo erro.
Hoje quero acordar dos vícios mundanos, romper o casulo dos hábitos diários, mergulhar nas minhas habilidades e responsabilidades, quero acordar nas manhãs com sede de mudança, mudança de dentro pra fora. Quero a desacomodação como sombra, quero tudo que me empurre até eu conseguir por minha conta seguir sozinha, sem parar, nem diminuir os passos, quero irradiar energia de progresso, se palavras tem energia, por favor, traga-me um curto circuito que se possível me atire longe!
Até quando serei prisioneira das necessidades físicas?
Por que sempre faço coisas em cima da hora, pressionada, sendo que este segundo já era minha ultima chance, não quero mais contar com o amanhã, quero resolver hoje, fazer hoje! Agora! Imaginar obstáculos onde não há, até quando? quem sabe o reflexo do espelho seja meu maior problema e também minha mais perfeita fonte de soluções! Bem vinda ao mundo Monique.

Eiii !

Não se acostume com o que não o faz feliz,
revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças,
mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se achar, segure-o!
Fernando Pessoa